domingo, 31 de janeiro de 2016

Impotência

Noutra hora eu falarei, agora não.

Agora preciso de falar comigo, responder às minhas questões se é que elas têm resposta.
Falemos de impotência, sentimento de incapacidade, o que lhe queiram chamar. Esse sim dói e mói.

Sonhamos a vida toda com o quadro perfeito, aquele em que aparece o papá apaixonado pela mamã com um ou mais bebés, tudo tão perfeito.
Eu sempre sonhei com o quadro perfeito, a nossa casa, o nosso emprego estável, e claro o nosso bebé saudável.

Quando brincava com os meus "bebés" em criança, alimentava—os, dava—lhes banho, fazia—lhes ohoh, imaginava o marido a chegar a casa, enfim, tudo aquilo que a minha mente criativa me permitia imaginar.

Mas no meio de todas essas brincadeiras não me recordo de levar o meu nenuco á quimioterapia, não me lembro de ele estar doente e de eu ter que ter força para encarar tudo. O que é certo é que nenhuma mulher é formatada para lidar com uma situação de impotência perante um filho. E a grande verdade é que não há ninguém que tenha uma resposta ou medicamento para isso..

Vem do coração, e ele dói.

Choramos com as dores deles... choramos com a alma... Choramos com a pior dor de todas as dores, a impotência perante o nosso nenuco.
Jamais conseguiremos ter sempre uma postura positiva e alegre, mas podemos ser honestos e admitir que esta dor, dói.

Que hoje não estamos tão bem.
Que por vezes nos sentimos também cansadas, somos humanas.
À uns anos atrás li uma frase que até hoje está constantemente na minha cabeça: "Nada é eterno, nem mesmo os nossos problemas"
Eu creio que depois disto terei o meu "quadro perfeito", os papás apaixonados com o bebé saudável e o resto nós conquistamos aos poucos como sempre fizemos.
Creio também que esse quadro será mais forte e unido, mais consciente, com uma forte capacidade de resiliência e compaixão.
Não seremos nunca mais os mesmos, porque ninguém o é...
Mas certamente seremos muito melhores.

Um abraço directamente do isolamento,
A MÃE DO DUARTE

11 comentários :

  1. Tb sou mae de uma menina com leucemia entendo mt bem o k sente..forca e fe

    ResponderEliminar
  2. Sou uma amiga antiga e distante da tua mãe. Mas ando por perto. Fico com o coração apertado em cada texto que leio, mas de seguida reúno os meus pensamentos positivos, energia, rezas... o que quiserem chamar, algo que depois do aperto se abre numa tranquilidade certa de que rapidamente irão sair desse pesadelo. Força. Sofia Pepe

    ResponderEliminar
  3. Que esse quadro perfeito não tarde a chegar! <3

    ResponderEliminar
  4. Como te compreendo Cláudia... mas vamos vencer!!! Bj grande ❤

    ResponderEliminar
  5. Tem fé, coragem e força que esse quadro perfeito vai acontecer.

    ResponderEliminar
  6. Escrever ajuda e é muito transparente este teu texto. Sei muito bem o que sentes e só desejo, do coração, que este pesadelo termine depressa e que o "quadro perfeito" esteja já ao virar da esquina!
    Um beijo!!!

    ResponderEliminar
  7. Força também tenho uma neta que teve leucemia e está curada . Um forte abraço

    ResponderEliminar
  8. Sou mae de um Duarte k no ano passado passou ppr um tumor e quimio e está bem graças a Deus. Pensamento positivo e muita força. Os Duartes vencem. Força Mae agarra-te ao sorriso dele. Muita forca. Vao vencer. Bjks

    ResponderEliminar
  9. Um grande, grande beijinho e força, compreensão e fé.
    <3

    ResponderEliminar
  10. Depois da tempestade vem a bunanca e nao tarde vao ser sem duvida o quadro mais perfeito e um exemplo de uma familia lutadora e feliz ... Forca

    ResponderEliminar